sábado, 3 de outubro de 2009

Amar-te é...

Amar-te é
desfolhar rosas
num dia de primavera,
sentir o veludo das pétalas
em carícias das mãos
corrente de água cristalina
beber do néctar das abelhas
com sabor natural e puro
extraído do pólen
num campo de girassóis
onde corro ao vento
a flutuar de desejo
beijar a tua boca
na sede de uma cereja
saciar todo o meu corpo
deitado na brisa do rio
que canta poesia solta em mim.

Ana Coelho

Sem comentários:

Enviar um comentário