domingo, 10 de abril de 2011

Neste amor tão nosso

Somos assim
as formas de um sorriso
os gestos quentes
nas mãos de Setembro,
os aromas de Março
perdidos em longas conversas
prolongadas nos beijos
que os lábios humedecem…

Somos os traços
entreabertos dos longos abraços
que acariciam os corpos,
a febre nas giesta de Maio
lágrimas cálidas adoçadas
nas pétalas desfolhadas
do Novembro tão nosso.

Somos os círculos
que se repetem
as línguas em fogo
que ampliam
nas frestas do ensejo,
esferas cristalinas
da branca neve despida em Dezembro
por onde os pés
caminham numa só linha…

Somos assim
pedaços grandiosos de cada um
unidos para a eternidade!
Neste amor tão nosso…

Ana Coelho


2 comentários:

  1. Minha querida

    Um hino de amor...quase uma oração.
    Que seja eterno esse amor.

    Deixo um beijinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  2. Ana: Que belo hino de amor podia chamar-lhe a mais bela oração de amor.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderEliminar