sábado, 5 de setembro de 2009

Corpos de amor

Vagueio por entre teu corpo
suspiro o ar molhado
que nos envolve
teu olhar trespassa-me
leviano de paixão.

Junto a ti o meu rio
navego na tua corrente
como um barco a velejar,
flutuo em teus beijos.

Em teu peito
abrem-se lírios
em troca de rosas
por mim trazidas.

Saboreio cada gesto
encontro tua mão na minha,
viajo na razão do amor
que bate por entre nossos corações.

No seguimento
dos gemidos de prazer,
onde as estrelas nos
fazem subir ao céu,
descanso em teu peito.

Ana Coelho

Sem comentários:

Enviar um comentário