domingo, 13 de setembro de 2009

Sublime amor

Envolvi o meu querer
no teu olhar,
embriaguei-me
no teu afago
viajei nos teus braços
numa brisa soprada
pelos lábios fogosos...
As lavas do vulcão
escorrem em emoção
...No peito
os corações se unem
em peças de puzzle...
Voluptuosidade
...Nas mãos
arrepios quentes
no espelho da paixão
em cumplicidades de almas,
desenhadas pelo entusiasmo.
Embrulhadas pelo sentimento
em carmim, fogo acesso
entre corpos transpirados
de doçura em puro
alimento impoluto,
...Sede saciada
na àgua fresca jorrada
na fonte da existência
no sublime amor.

Ana Coelho

Sem comentários:

Enviar um comentário