sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Valsa do amor

Vem...
Salta para o meu colo,
como se um anjo te esperasse,
Vem...
fica em mim,
todo o teu aconchego
Vem...
vamos dançar
a valsa louca, com amarras,
em dois corpos despidos
onde o amor flutua
solto em obediência do desejo
e o pensamento embalado
nas danças antes ensaiadas.

Ana Coelho

Sem comentários:

Enviar um comentário