segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Vem...

Vem...
Sente a minha pele
respira o meu perfume
desliza as tuas mãos
no veludo do meu calor.

Vem...
Recebe os meus lábios
com os teus ardentes de paixão
sente o pulsar do meu coração
bem juntinho do teu.

Vem...
Quero contigo dançar
a valsa dos sentidos,
sou a fêmea voraz
que em ti se quer saciar.

Vem...
vamos cansar a respiração
nas ondas deste amor
como se um mar revolto
se erguesse no nosso leito.

Vem...
para juntos nos embriagarmos
no néctar desta loucura
no fervilhar deste momento
no extinguir do fogo dos nossos corpos.

Ana Coelho

Sem comentários:

Enviar um comentário