sábado, 27 de março de 2010

Um sorriso de sonho

Sonho contigo embalo o teu nome,
Canto às estrelas o luar da noite
Esvoaçam no ar poemas de ternura
Bebo o teu sorriso, olhar aberto
Recolhido no vento aprazível.

Penso nessas fases iluminadas
Traduzo pedaços da vida
No nada que tudo ganha…

A luz dos teus lábios descobertos
Aurora vigorosa em pura essência,
Sublimes palavras que não sei contar
Somente viver no esplendor do teu sorriso.

Ana Coelho




1 comentário:

  1. Olá,
    Subtil poema!...O amor é sempre uma grande fonte inspiratória!...
    Bj,
    Nela

    ResponderEliminar