domingo, 12 de setembro de 2010

Um tempo só nosso

Entrego nas tuas mãos
a vida que em mim é nada,
do nada faz o destino
no destino
transporta as minhas vestes brancas!

No teu olhar
dou-te a minha voz,
também,
e o silêncio das minhas palavras
esboçadas nas artérias
que correm velozmente no corpo cálido!

Recebe
este ser
esta emoção
a essência da minha simples morada,
inscrita nos murmúrios do vento
num tempo só nosso!


Ana Coelho

ps- poema escrito no dia de aniversário de casamento
Rosas Pictures, Images and Photos

Sem comentários:

Enviar um comentário