terça-feira, 14 de dezembro de 2010

O canto das aves

Venho dos teus braços
com a alma
lavada pelo sal ático das faces,
caminho
no sotaque da terra
com o sorriso
na véspera de mim
que adoço pelo teu amar.

Entornam-se os gestos
que o corpo veste
em cada orvalho amanhecido
pelo canto das aves
que roçam a lua.

Os olhos perdem o véu
a plena entrega
em que tu foste o eu
e eu o tu
que as sementes
abençoaram na retina
das mil madrugadas…

Ana Coelho
Rosas Pictures, Images and Photos

1 comentário:

  1. Ana Lindo poema mais uma vez o amor com esta palavra se escreve poemas sem fim adorei. Desejo a ti e familia um Santo e feliz Natal e que seja cheio de amor, carinho, alegria e Paz.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderEliminar