sexta-feira, 1 de abril de 2011

Versejo no teu sossego

Tantas vezes
no meio da multidão
procuro o teu olhar!
A sombra do teu sorriso
que me renova os sonhos…

Junto pedaços da história,
sonho o amor
que em mim tatuas-te
com o teu carinho
vertido em mântica de paixão!

Navego
com as pálpebras vendadas,
a tua fragrância
alimenta a coragem
para mais um passo
em que te sinto ao meu lado
sem correntes
ou adornos fúteis…

Versejo no teu sossego
bebo do teu olhar
a cumplicidade que me faz
amar-te desmedidamente!

Ana Coelho

Rosas Pictures, Images and Photos



1 comentário:

  1. Ana: Mais um lindissimo poema sempre escreves com alma e coração.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderEliminar