quinta-feira, 31 de março de 2011

Dádiva

Encontrei o poema
na ruga do teu olhar,
sonhos proféticos
viagem do (a)mar
para captar o céu da manhã.

Dádiva do mundo
regado por rosas
fragrâncias do jardim
onde juntos
desenhamos açucenas
e pétalas de malmequeres
trocadas pelas mãos…

Os fios da íris
reluzem para lá das metáforas
os sons da poesia
são os batimentos unos
no âmago de um paraíso
pintado pelos trilhos
de duas vidas
num destino profetizado,
sem distâncias
ou alianças definidas
pela humanidade!

Ana Coelho


Rosas Pictures, Images and Photos


Sem comentários:

Enviar um comentário