quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Eternamente apaixonados

Envolve os teus braços no meu corpo
vem voar o voo da garça neste céu livre,
o sol espreita no firmamento
o arco-íris adormece no horizonte.

Mergulha neste rio cristalino
de paixão delirante, em bálsamo suave
no sonho que comigo amanhece
olhos aberto sem fantasia
na volúpia que se enrola no nosso ninho.

Embriaga-te neste néctar
desfolhado pelo amor em pleno sentimento
toca a minha pele perfumada
pelo teu carinho em aroma ameno
de rosas vermelhas
pétalas soltas ao vento
que deslizam nos degraus da nossa porta.

Abraça o meu sorriso
com os teus olhos amantes
na plenitude do nosso fulgor
eternamente apaixonados.

Ana Coelho

Sem comentários:

Enviar um comentário