domingo, 6 de setembro de 2009

Gestos

Tinha a página em branco
escrevi ao de leve com a caneta,
queria colocar palavras sublimes
mas não as encontrava...
As palavras estavam presas na voz,
queria escrever o meu agradecimento
pelo teu amor!...
Não conseguia,
a alma tem o sentimento
mas as palavras não brotavam
para a folha em branco,
então desisti, rasguei a folha.
Não vou mais escrever...
Pensei e descobri
o amor não se agradece
retribui-se...
com gestos de carinho
e presentes de ternura.
Então esperei por ti,
quando chegas-te
abracei-te
beije-te
acariciei teu rosto...
descrevi o meu sentimento
nos gestos tirados do coração
oferecidos com a alma engrandecida.

Ana Coelho

Sem comentários:

Enviar um comentário