domingo, 11 de outubro de 2009

Horas de segredo

Vem comigo dançar
Toda a alegria
Que o corpo traz…

Devagar
Murmura o amor
Desejo-te
Desejas-me
Horas de segredo …

Debaixo do meu cabelo
Os teus dedos…

Navego no teu corpo
Quando as águas se abrem
E alongam em vertigem…

Toca o beijo
Nos meus lábios
O meu ventre na tua ilharga…

Nos braços
(A)mar revolto
Encosta de rosas desfolhadas
Suor em melodias…

Ana Coelho

1 comentário:

  1. Ana, um belo poema pleno de sensualidade


    Este blog está o máximo

    Beijos

    ResponderEliminar