sábado, 20 de março de 2010

O som do amor

Escuto harpas a tocar
Os dedos finos a trilhar
Em acordes de um sonho
Onde encontro o teu olhar

A tua voz é uma mágica guitarra
Em sonata de encantar´
Nas noites mornas de cetim
Que a mim chega para me acariciar

Para lá onde a bruma surge
Nasce do desejo um lívido violino
Em cantigas antigas, melopeias
Consagradas pelo amor que em ti sei dançar

Ana Coelho




1 comentário: